PRINCIPAL / SALA DE NOTICIAS
 
 
 
Intervenção no córrego Ressaca entra em fase final
Publicado em 31/05/2012 17:57:44



A obra de alargamento do canal do córrego Ressaca, na região da Pampulha, que vai reduzir os riscos de enchentes no local, está na sua etapa final. A intervenção está sendo realizada na avenida Heráclito Mourão de Miranda, entre a avenida Tancredo Neves e a Lagoa da Pampulha. Na primeira etapa da obra, o antigo canal do córrego Ressaca foi substituído por um canal de formato retangular, com maior capacidade de vazão. Na segunda etapa da obra, está sendo ampliada a rotatória da avenida Otacílio Negrão de Lima com avenida Heráclito Mourão de Miranda. Uma das pontes já foi ampliada, e, no momento, os serviços estão concentrados na segunda ponte, situada na orla da Lagoa da Pampulha.

Para o morador Zenóbio Macedo, a obra foi muito além da expectativa da comunidade. De acordo com ele, a construção de uma parede de concreto entre os córregos Ressaca e Sarandi foi fundamental para o sucesso da intervenção. “A obra foi muito além do que imaginávamos. Foi de uma qualidade excelente, interceptando o córrego Sarandi e impedindo obstáculos para o córrego Ressaca, e isso foi fundamental para garantir o sucesso da obra”, afirmou.

Sobre os alagamentos que ocorriam na região, Zenóbio acredita que o problema foi resolvido. De acordo com ele, tudo foi muito bem planejado. “Com certeza essa obra vai tranquilizar a gente e irá minimizar nossos problemas. A obra melhorou o escoamento da água e a capacidade de vazão. Posso dizer que foi uma obra de alta qualidade”, concluiu.

A intervenção no córrego Ressaca está prevista para ser concluída ainda neste primeiro semestre e conta com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Drenagem do Governo Federal, com investimento de cerca de R$ 30 milhões.

 

| Voltar