PRINCIPAL / SALA DE NOTICIAS
 
 
 
Prefeitura presta contas à Câmara Municipal
Publicado em 04/04/2012 15:03:19



Em cumprimento ao disposto na Lei Orgânica do Município e na Constituição Federal, o prefeito Marcio Lacerda entregou nesta segunda-feira, dia 2, à Câmara Municipal de Belo Horizonte, no bairro Santa Efigênia, o relatório do balanço da prestação de contas da Prefeitura referente ao ano passado. Obras de mobilidade urbana, implantação do BRT, ampliação de Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis) e de Escolas Integradas e criação de novas unidades dos Espaços BH Cidadania e de leitos hospitalares são alguns dos destaques de 2011 divulgados no relatório, entregue em solenidade que contou com a presença de 32 vereadores. Confira alguns investimentos da PBH em 2011 na página 6 desta edição.

Em 2011, foi iniciada a implantação do BRT, um novo sistema de transporte coletivo que vai tornar o deslocamento na cidade mais confortável, rápido e eficiente. O BRT terá capacidade para transportar 750 mil passageiros por dia. Também já está em andamento a implantação da Via 210, um percurso de ligação entre as avenidas Waldyr Soeiro Emerich, Úrsula Paulino e Tereza Cristina, que criará uma alça alternativa entre as regiões Oeste, Barreiro, Norte e o Centro.

Na área da Educação, as creches conveniadas receberam um significativo aumento de recursos e as crianças atendidas recebem o mesmo tratamento das crianças que estão em escolas infantis. O número de alunos atendidos pelo programa Escola Integrada triplicou e, hoje, já são aproximadamente 47 mil alunos com uma jornada de nove horas por dia na escola. Marcio Lacerda destacou que a Prefeitura está ampliando a sua rede de proteção social. “Os Espaços BH Cidadania, por exemplo, que beneficiam pessoas de todas as idades, estão atendendo cerca de 165 mil famílias”, frisou.

Mais investimentos

Em setembro, foi entregue o novo trecho do Boulevard Arrudas, entre a rua Carijós e a avenida Barbacena, a primeira obra do PAC Mobilidade Urbana concluída no Brasil, e que tem continuidade com a ampliação do Boulevard na avenida Tereza Cristina, entre a avenida Barbacena e a rua Extrema, no bairro Coração Eucarístico. A cidade ganhou também dois novos viadutos no cruzamento entre as avenidas Abraão Caram e Antônio Carlos, na Pampulha. “Esta obra já está dando resultado e melhorou o acesso ao Aeroporto da Pampulha, à UFMG e à região no entorno do Mineirão”, disse.

Outras importantes intervenções é a revitalização da Savassi e a ampliação do metrô. “O anúncio da liberação de verba feito em setembro pela presidenta Dilma em Belo Horizonte foi resultado de inúmeras reuniões de trabalho para mostrar ao Governo Federal a viabilidade da proposta”, contou Marcio.

A área da Saúde é outro setor que teve significativos avanços. Um destaque é a redução da fila das cirurgias eletivas. Eram 60 mil pessoas na fila há três anos e hoje esse número foi reduzido para menos de um terço. Nos últimos dois anos, foram criados cerca de 700 novos leitos. O programa Academia da Cidade também foi ampliado e hoje conta 42 de unidades que estão espalhadas pelas nove regiões da cidade.

Em 2011, foi realizada mais uma edição do Orçamento Participativo Digital, em que foram escolhidos nove empreendimentos importantes para todas as regiões da capital mineira. Também foi dada continuidade ao OP Regional, com 42 obras concluídas em 2011 e investimentos de cerca de R$ 70 milhões.

Cidade de oportunidades

No ranking global, a Região Metropolitana de Belo Horizonte se destacou entre as cidades brasileiras com o melhor desempenho de crescimento. A lista das 200 regiões metropolitanas que mais cresceram no mundo, entre 2010 e 2011, foi divulgada pelo Instituto Brookings, de Washington, nos Estados Unidos. Critérios como renda e emprego analisados pelo instituto determinaram o crescimento. Na lista, a RMBH aparece na 28ª posição, à frente de Brasília (34ª), São Paulo (37ª), Rio de Janeiro (42ª) e Porto Alegre (50ª).

Cidade mais digital do Brasil e apontada como a que oferece mais oportunidades de negócios para a Copa de 2014, Belo Horizonte é também aquela que tem maior cobertura do programa Saúde da Família e a capital do país com a melhor qualidade do ar, segundo os parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Confira alguns investimentos realizados pela PBH em 2011

| Voltar