Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/comunidade.do?evento=portlet&pIdPlc=ecpTaxonomiaMenuPortal&app=meioambiente&tax=43437&lang=pt_BR&pg=5700&taxp=0&

 

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

.


   
 
  PRINCIPAL / SALA DE NOTICIAS
 
 
 
Bromélia imperial é destaque no Parque Jacques Cousteau
Publicado em 21/12/2016 09:11:11

Quem visita o Parque Jacques Cousteau, no bairro Betânia, se surpreende com a beleza de seus jardins, compostos por diversas espécies de plantas ornamentais, como a Bromélia Imperial, também conhecida pelo nome científico Alcantarea imperialis, que está no auge de sua floração.

A espécie herbácea, rupícola, ou seja, que sobrevive em rochas, paredes, muros e rochedos, é nativa do Brasil e apresenta um grande valor ornamental devido a sua beleza e exuberância, motivos de sua ameaça de extinção. “Para garantir a sua sobrevivência, o recomendável é adquirir mudas em viveiros certificados pelo IBAMA”, explica Edanise Reis, bióloga, Chefe do Departamento Sudoeste da Fundação de Parques Municipais.



O exemplar demora aproximadamente 10 anos para chegar ao seu porte adulto e florir, alcançando até 1,5 metros de diâmetro. Não possui caule e suas folhas são bem longas e largas, formando espécies de vasos, onde é comum o acumulo de água e nutrientes. Sua inflorescência do tipo espiga pode atingir até 3,5 metros de altura. As flores são avermelhadas e delicadas, com estames longos de coloração bege ou amarelada, atrativas para abelhas, borboletas e beija-flores.


O Parque

Criado em 1971 e implantado 1999, o Parque Municipal Jacques Cousteau ocupa uma área aproximada de 335 mil metros quadrados. Localizado na região Oeste, o espaço funcionou como depósito de lixo da cidade e, posteriormente, como horto para a produção de mudas de árvores e plantas ornamentais a serem utilizadas no paisagismo de Belo Horizonte. Muitas dessas mudas cresceram e floresceram no parque, sendo as primeiras a integrarem a vegetação da mata local.

Sua cobertura vegetal é muito significativa, apresentando um avançado grau de regeneração natural, e contínua, correspondendo a 80% da área total. A vegetação predominante é de porte arbóreo, existindo ainda espécies ornamentais e frutíferas (mangueiras, jabuticabeiras e bananeiras).

O local possui nascentes e cursos d’água perenes. A fauna é composta por anfíbios, répteis, aves, como sabiás, frangos d’água, saracuras, e mamíferos, como cuíca, mico-estrela, esquilo-caxinguelê e gambás.
Como opções de lazer, o parque oferece brinquedos e trilha ecológica, além de espaços para contemplação, áreas de convivência e academia a céu aberto.

Horário de funcionamento: terça-feira a domingo, das 8h às 18 horas.
Localização: Rua Augusto José dos Santos, 366, Bairro Betânia.
Informações: 3277-5972
Entrada gratuita.

 

| Voltar