Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/comunidade.do?evento=portlet&pIdPlc=ecpTaxonomiaMenuPortal&app=meioambiente&tax=43437&lang=pt_BR&pg=5700&taxp=0&

 

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

.


   
 
  PRINCIPAL / SALA DE NOTICIAS
 
 
 
Prefeitura inaugura Centro de Referência em Saúde Mental Infanto-Juvenil Nordeste
Publicado em 12/12/2016 16:19:49

 O Centro de Referência em Saúde Mental Infantil (Cersami) Nordeste, que começou a funcionar no último dia 5 no atendimento a casos de urgência e crise por uso abusivo de álcool e ou/ outras drogas por parte de jovens e adolescentes, fica na Praça Muqui, 191, no bairro Renascença.

Criado para acolher também a demanda das regiões Norte e Venda Nova, o Cersami funciona das 7h às 19h, todos os dias da semana, e atende dez adolescentes em regime de permanência. Além disso, cerca de 20 jovens são buscados em casa pelo veículo da própria unidade, passam o dia no Cersami em regime ambulatorial, recebem os cuidados e medicamentos e retornam para casa.

A unidade conta com cinco psicólogos, três terapeutas ocupacionais, três enfermeiros, três psiquiatras, pediatra, dois assistentes sociais, farmacêutica e 19 técnicos de enfermagem. A meta é ampliar gradativamente o horário de funcionamento para até 24 horas. Com essa inauguração, Belo Horizonte passa a oferecer atendimento em saúde mental para jovens de até 18 anos em dois Cersamis. A outra unidade está localizada na região Noroeste e funciona 24 horas por dia, todos os dias.

O Cersami Nordeste foi montado em uma casa alugada, que passou por uma renovação em sua estrutura física para oferecer conforto aos usuários e trabalhadores. O novo Cersami tem três consultórios, sala de plantão, sala de observação, oficina de atividades, posto de enfermagem, farmácia, pátio, refeitório, cozinha e quatro banheiros.

Atendimento à Saúde Mental/ Álcool e outras Drogas
As portas de entrada para os usuários de álcool e outras drogas na Rede SUS-BH são os centros de saúde, o Consultório de Rua e o Cersam-AD. Nos centros de saúde, o atendimento e o acompanhamento são feitos pelas equipes de Saúde da Família e de Saúde Mental. Os casos de crise, que necessitam de um acompanhamento mais sistemático e intenso, são encaminhados para o Cersam-AD, mas mantendo a referência do caso no centro de saúde.

O Cersam-AD é porta aberta para demanda espontânea e também recebe casos encaminhados pela rede de atendimento, composta pelos consultórios de rua, centros de saúde, Serviço de Urgência Psiquiátrica (SUP), UPA, hospitais e abordagem de rua. Atualmente, a média de usuários em tratamento na modalidade de permanência/dia é de 70 usuários em cada um dos Cersams, além do atendimento ambulatorial. O tratamento pode variar de 60 a 70 dias e não existe limite quanto ao número de atendimentos quanto à permanência diária. Todos os usuários que procuram o serviço são atendidos e encaminhados de acordo com a demanda apresentada. A proposta do tratamento às pessoas em uso abusivo de álcool e outras drogas é que o acompanhamento aconteça em rede, de maneira intersetorial e complementar.

O Consultório de Rua atua junto à população em situação de rua que faz uso abusivo de álcool e outras drogas em cenas públicas de uso. Desenvolve ações compartilhadas e integradas com as políticas públicas de forma intersetorial. A equipe é composta por profissionais de nível técnico superior (enfermeiro, psicólogo, assistente social), além de arte educador, redutor de danos e motorista. O serviço utiliza uma van como ponto de apoio no território e funciona de segunda a sexta-feira, das15h às 21h. O objetivo é conhecer o público, estabelecer vínculo e acompanhar os casos de uso abusivo de drogas, construindo ações e estratégias em conjunto com as pessoas em acompanhamento. O Consultório de Rua desenvolve atividades no próprio local de abordagem e promove atividades como passeios, idas ao cinema, atividades culturais e esportivas, participação em oficinas e eventos comemorativos, entre outras.

No que se refere ao atendimento a usuários de álcool e outras drogas em crise ou outras intercorrências, as internações para atendimentos de urgência em casos de desintoxicação são feitas nos hospitais gerais que atendem ao SUS e que contam com o serviço de pronto-socorro, além do serviço de permanência dia/ noite, oferecidos pelo Cersam-AD, onde os pacientes ficam pelo tempo necessário até a estabilização do quadro.

O Serviço Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também atende os casos de urgências e emergências de usuários de álcool e drogas. O Samu trabalha com critérios de gravidade, priorizando o atendimento de casos mais graves, conforme informado ao médico regulador, no momento em que é solicitado o atendimento. Além disso, o Serviço de Urgência Psiquiátrica (SUP) funciona no período noturno e acolhe os usuários que são trazidos pelo Samu ou pela Polícia Militar e dá retaguarda às equipes que trabalham na hospitalidade noturna. Após a estabilização, os casos continuam a receber os cuidados necessários pelas equipes de saúde mental nos centros de saúde, compostas por psiquiatras e psicólogos que atuam em parceria com as Equipes de Saúde da Família.  

| Voltar