Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/comunidade.do?evento=portlet&pIdPlc=ecpTaxonomiaMenuPortal&app=meioambiente&tax=43437&lang=pt_BR&pg=5700&taxp=0&

 

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

.


   
 
  PRINCIPAL / SALA DE NOTICIAS
 
 
 
Cersam Norte amplia atendimento aos usuários
Publicado em 31/03/2016 10:50:00

Com o objetivo de ampliar e qualificar ainda mais o atendimento aos pacientes do Centro de Referência em Saúde Mental (CERSAM) Norte, a Rede SUS-BH abriu neste mês de março o serviço de hospitalidade noturna da unidade. São quatro leitos que poderão ser utilizados para pacientes que demandam cuidado continuado para estabilização de quadro clínico.

A abertura desses leitos representa um ganho para a melhora do atendimento, bem como a dinâmica do serviço, como explica a gerente da unidade, Vanessa Wilke. “Manter o usuário no lugar em que ele já esta sendo atendido, além do benefício do cuidado ininterrupto, evita eventuais acidentes e fuga, além da desestabilização do sujeito que já esta em crise”. Antes da abertura dos leitos, os pacientes eram transferidos em veículos da própria unidade para outras unidades de referência.  Atualmente, a Rede SUS-BH conta com 54 leitos noturnos nos serviços de referência, sendo oito CERSAMs em todas as regionais, exceto a Centro-Sul, além dos CERSAMs-AD Pampulha, Barreiro Nordeste e do CERSAMi Noroeste. Estas unidades são equipamentos porta-aberta para permanência dia, ou seja, atendem pacientes encaminhados por outros serviços ou que buscam atendimento diretamente na unidade no período de 7h às 19h.

Os leitos noturnos são para acolhimento dos pacientes que já estão na unidade e que precisam permanecer recebendo cuidado contínuo. Para acolhimento de pacientes em crise no período noturno, a Rede SUS-BH conta com o SUP – Serviço de Urgência Psiquiátrica (Santa Casa), que funciona de 19h às 7h.

O CERSAM Norte atende em média 80 pacientes por dia e, além dos cuidados médicos, a equipe multiprofissional trabalha para a reconstrução dos laços sociais, convívio e resgate da autonomia, com atividades de lazer e cultura. A equipe é formada por 15 técnicos de nível superior, um farmacêutico, cinco médicos psiquiatras, 29 auxiliares de enfermagem, além da equipe de apoio – porteiros, auxiliares de serviços gerais, recepcionistas, administrativos e gerência.
 

| Voltar