Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

.


   
 
  PRINCIPAL / SALA DE NOTICIAS
 
 
 
SMSA adere à campanha mundial “Pelo Fim da Natimortalidade Evitável”
Publicado em 28/01/2016 11:15:16

A campanha mundial de prevenção a óbitos fetais, promovida pela London School of Hygiene and Tropical Medicine foi lançada no dia 19 deste mês. O lançamento foi transmitido no auditório da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e recebeu o apoio da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA). Representantes da Secretaria de Estado de Saúde, UFMG e da Comissão Perinatal da SMSA acompanharam o anúncio.

A campanha consiste na publicação de uma série de artigos científicos sob a temática Ending Preventable Stillbirths (Pelo Fim da Natimortalidade Evitável), no jornal The Lancet, em Londres. O apoio da SMSA se dá por meio do Comitê de Prevenção do Óbito Materno, Fetal e Infantil, ligado à Comissão Perinatal, e que existe desde 2002. O comitê é responsável pela investigação dos casos de bebês nascidos mortos em Belo Horizonte.

A coordenadora da Comissão Perinatal e do Comitê de Prevenção do Óbito Materno, Fetal e Infantil, da SMSA, Sônia Lansky, esteve presente representando também a SMSA. Sobre o trabalho realizado, ela acredita que a campanha de Londres é mais um reforço nos estudos de prevenção da natimortalidade. “O comitê de BH é pioneiro na investigação dos natimortos, ajudando a melhorar a informação sobe os óbitos. É fundamental estudar os casos e intensificar as ações de prevenção”.

Segundo Lansky, a assistência durante o trabalho de parto está relacionada à metade das mortes fetais no mundo. “Em Belo Horizonte, um terço das mortes poderiam ser evitadas pela qualificação da atenção à gestante durante o trabalho de parto com a implementação das práticas baseadas em evidências.”
 

| Voltar