PRINCIPAL / SALA DE NOTICIAS
 
 
 
PBH amplia atendimento na área da Saúde com reforma e implantação de UPAS
Publicado em 24/07/2013 18:14:10



Para ampliar o atendimento ao cidadão, a área da Saúde de Belo Horizonte vai ser reforçada com implantação e reformas de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Este empenho foi efetivado ontem com a assinatura da ordem de serviço, feita pelo prefeito Marcio Lacerda, para dar início à reformulação da UPA Nordeste, que será construída na rua Princesa Leopoldina, 485, no bairro Ipiranga. Além disso, a cidade vai ganhar três novas unidades, uma na região Norte e duas na região Noroeste, e outras três, nas regiões Norte, Leste e Pampulha, serão substituídas. Com isso, a capital, que hoje possui oito UPAs, terá 11 até o ano que vem.

Com investimentos na ordem de R$ 12 milhões, as obras da UPA Nordeste têm previsão de término para o primeiro semestre do ano que vem. Atualmente, a UPA Nordeste funciona no Hospital São Francisco de Assis, no bairro Concórdia. O prefeito Marcio Lacerda salientou o avanço da cidade na área de Saúde e ressaltou o fato de que, hoje, as UPAs da capital também atendem pessoas de outras cidades.

“A implantação da nova unidade reafirma o nosso compromisso com a Saúde ao acolher bem o paciente e, principalmente, salvar vidas”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Marcelo Teixeira, ao destacar que essa é uma reivindicação histórica dos moradores da região.

As UPAs Norte I, Leste e Noroeste II já estão em fase de obras. Já as UPAs Norte II e Pampulha estão em fase de desapropriação. O valor previsto para ser aplicado na obra da UPA Noroeste II é de cerca de R$ 10 milhões e a previsão de conclusão é para o segundo semestre de 2014. Já a implantação da unidade Norte I vai custar R$ 2,4 milhões e a previsão de término das obras é para o segundo semestre deste ano. Após a assinatura da ordem de serviço, Marcio Lacerda visitou as obras das UPAs Norte I, no bairro Novo Aarão Reis, e Noroeste II, no São Cristóvão, acompanhado pelos secretários municipais de Saúde, Marcelo Teixeira, de Obras e Infraestrutura, José Lauro Nogueira, e pelo regional Nordeste, Geraldo Magela Luzia da Silva.

Atendimento

As UPAs funcionam diariamente durante 24 horas e realizam os atendimentos de acordo com a prioridade clínica de cada caso. Os pacientes, ao chegarem a uma unidade, são encaminhados para a classificação de risco, que segue as diretrizes do protocolo de Manchester, que determina preferência de atendimento ao paciente com estado de saúde mais grave. De acordo com o secretário Marcelo Teixeira, no ano passado as oito unidades da cidade realizaram 570 mil atendimentos e 96% das demandas foram resolvidas na própria UPA.

UPAs já existentes em Belo Horizonte

• UPA Barreiro - Rua Aurélio Lopes, 20, bairro Diamante
• UPA Oeste – Rua Barão Homem de Melo, 1.710, bairro Nova Granada
• UPA Centro-Sul – Rua Domingos Vieira, 488, bairro Santa Efigênia
• UPA Leste – Rua 28 de Setembro, 372, bairro Esplanada
• UPA Nordeste – Rua Itamaracá, 535, bairro Concórdia
• UPA Pampulha – Avenida Santa Terezinha, 515, bairro Santa Terezinha
• UPA Norte – Rua A, 270, bairro Primeiro de Maio
• UPA Venda Nova – Rua Padre Pedro Pinto, 322, Venda Nova

UPAs em obras

• UPA Noroeste II - Rua Saldanha Marinho, na esquina com a rua Dr. João Carvalhaes de Paiva, no bairro São Cristóvão.
• UPA Norte I - Avenida Risoleta Neves (via 240),em terreno ao lado do Espaço BH Cidadania Brasilina Maria de Oliveira, no bairro Aarão Reis.
• UPA Leste - Avenida dos Andradas esquina com rua Caravelas, no bairro Vera Cruz.
• UPA Nordeste – Rua Princesa Leopoldina, na esquina das ruas José Clemente Pereira e Dr. Furtado de Menezes, no bairro Ipiranga.

 

| Voltar