Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/comunidade.do?evento=portlet&pIdPlc=ecpTaxonomiaMenuPortal&app=meioambiente&tax=43437&lang=pt_BR&pg=5700&taxp=0&

 

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

.


   
 
  PRINCIPAL / SALA DE NOTICIAS
 
 
 
Estudante da rede municipal vence Concurso Nacional de Redação e faz viagem para Amsterdam
Publicado em 28/06/2013 16:59:46


Estudante do 8º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Anne Frank, Lívia Fernanda de Souza Mendes, 13 anos, foi a vencedora, em sua categoria, da edição 2013 do Concurso Nacional de Redações da Rede de Escolas Anne Frank Brasil com o tema ”Anne Frank e a Cultura de paz”. Participaram do concurso 180 estudantes do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental das escolas públicas Anne Frank de Belo Horizonte, Palmas, Rio de Janeiro e São Paulo.

Intitulada “Carta para Anne Frank”, a redação de Lívia abordou temas como preconceito, bullying e cultura de paz. Para se preparar para o concurso, a estudante assistiu a filmes, fez pesquisas na internet, leu livros sobre o tema e exercitou a arte da escrita através de cartas para os colegas durante as aulas de Língua Portuguesa. Lívia contou que, no início não sabia o que escrever, mas à medida que pesquisou sobre o tema, as ideias foram surgindo. “Resolvi participar do concurso porque seria uma bela homenagem para minha escola. A gente vai escrevendo, corrigindo, mas não imaginava que ganharia o 1º lugar”, disse.

A cerimônia de premiação aconteceu no dia 3 de junho. A estudante ganhou uma viagem à Holanda e a escola onde ela estuda ganhou um tablet, pelo empenho da direção da escola, no incentivo à participação dos alunos no concurso e nas atividades realizadas com professores, estudantes e famílias.

A viagem aconteceu no período de 09 a 16 de junho. Lívia contou que passeou bastante e conheceu muitos lugares como a Casa Anne Frank que atualmente é um museu, a escola onde a adolescente judia estudou, fez passeio de barco e andou de bicicleta. Para Lívia, a viagem foi inesquecível: “Achei legal e muito interessante. O que mais me chamou a atenção foi a quantidade de bicicletas nas ruas. Foi uma experiência incrível que vai me ajudar a não fazer discriminação, pois reforçou ainda mais que a gente deve respeitar sempre a opinião dos outros”, concluiu.

Concurso de Escolas Anne Frank do Brasil

O concurso foi criado pela Confederação Israelita do Brasil (Conib), em conjunto com a Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp) com o apoio do Arquivo Histórico Judaico Brasileiro (AHJB) e do Instituto Plataforma Brasil (IPB). Entre os objetivos do concurso, está o de incentivar a divulgação de conhecimentos sobre a vida e o legado de Anne Frank, estabelecendo relações com a sociedade brasileira contemporânea; relacionar conhecimentos históricos da experiência de Anne Frank para construir uma argumentação consistente sobre a relevância de uma atitude ativa na defesa da democracia, dos direitos humanos e da diversidade sociocultural.
 

| Voltar