Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/comunidade.do?evento=portlet&pIdPlc=ecpTaxonomiaMenuPortal&app=meioambiente&tax=43437&lang=pt_BR&pg=5700&taxp=0&

 

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

.


   
 
  PRINCIPAL / SALA DE NOTICIAS
 
 
 
Servidores do Odilon Behrens participam de seminário de hemoterapia
Publicado em 15/04/2013 09:50:05



O Hospital Municipal Odilon Behrens (HOB) promoveu entre os dias 3 e 5 deste mês o 1° Seminário de Hemoterapia da instituição. O evento aconteceu no auditório do Centro de Ensino, Pesquisa e Desenvolvimento de Pessoas e as palestras foram ministradas por profissionais da área de saúde da Fundação Hemominas e do próprio hospital.

De acordo com o médico e gerente da Agência Transfusional do HOB, Gilberto Ramos, a hemoterapia refere-se a transfusões de sangue por vezes necessárias aos pacientes e ressaltou a importância da presença dos servidores no seminário. “É de grande valia que os profissionais participem das palestras para que cada vez mais os nossos pacientes consigam receber a transfusão de sangue com a máxima segurança”, disse.

O seminário foi aberto a todos os servidores do HOB e os participantes, na sua maioria enfermeiros e técnicos de enfermagem, puderam conhecer um pouco mais sobre como funciona todos os processos que envolvem a transfusão de sangue. A segurança transfusional é um deles, e envolve todos os procedimentos relacionados à hemotransfusão, como a captação do doador, coleta, sorologias, armazenamento, provas de compatibilidade, ato e reações transfusionais. Outro método também muito importante é a hemogilância, responsável por verificar se todos os processos que envolvem a segurança transfusional estão sendo realizados conforme as orientações da Anvisa.

A técnica de enfermagem Cássia Luzia Barbosa foi uma das participantes e disse que a maior motivação para se inscrever no evento foi para conhecer a hemoterapia. “Esse setor é pouco conhecido e por ser um trabalho mais especializado acaba ficando mais restrito. Achei o evento muito bem organizado e foi um dos melhores seminários de que já participei” disse Cássia.

Durante os três dias de palestras, os profissionais que participaram do seminário puderam construir uma ideia concreta da importância do cumprimento das normas de segurança e dos riscos que a transfusão de sangue acarreta. “O objetivo de todos é que a segurança do paciente esteja em primeiro lugar. Tudo o que foi passado nesses três dias de palestras nos ensinou claramente que a transfusão de sangue deve ser feita da maneira mais segura possível,” comentou o hematologista Gilberto Ramos.
 

| Voltar