Dicas para visitar a Zoo-Botânica

A Fundação Zoo-Botânica apoia sua visita oferecendo atividades especiais e promovendo trocas de conhecimentos entre você e a equipe que conhece e trabalha nos Jardins Zoológico e Botânico, Parque Ecológico da Pampulha e Aquário. Para isso, oferecemos os seguintes serviços:

  • Serviço de apoio aos visitantes (Agentes de Visitação).
  • Atividades educativas, tais como visitas monitoradas, oficinas, Trilha do Lobo, Expedição Coruja, etc.
  • Eventos educativos (ex: programações de férias, Semana da Criança e outros).
  • Auxílio às pesquisas escolares: no CEDOC, você poderá encontrar uma bibliografia básica; este serviço deve ser agendado pelo telefone (31) 3277 8307.


Durante a visita

Barulho: incomoda as pessoas e os animais; cuide para que sua visita ocorra de forma tranquila e agradável.
Alimentação dos animais: cada um tem sua dieta própria e quem pode alimentá-los são apenas os funcionários do Jardim Zoológico.
Vegetação: ajude a manter as plantas nos seus devidos lugares; a coleta de plantas, frutos e sementes não é permitida aos visitantes.
Lixo: deve ser jogado na lixeira. Há equipamentos para coleta seletiva; oriente-se para separar os materiais recicláveis do lanche.
Veículos: programe onde será o desembarque e o embarque para agilizar sua visita.
Informações: quando precisar saber mais sobre animais ou plantas, converse com os Agentes de Visitação; eles estão à sua disposição, próximos a alguns recintos e estufas temáticas.


Aproveite sua visita na Zoo-Botânica


Como a área da FZB é extensa e há muito para ver, ouvir, fazer, aprender e descobrir. Programe o que é possível visitar de acordo com o seu horário. Venha à Zoo-Botânica mais de uma vez ao ano. Veja alguns exemplos abaixo:

Fauna

  • Comportamento: ativo, parado, noturno, diurno, etc.
  • Revestimento externo do corpo: presença de penas, pêlos, escamas, carapaça, etc.
  • Aparência do revestimento externo: liso, enrugado, ressecado, coberto de lama, etc.
  • Formato da boca e dos dentes: bico, boca afilada, presas, etc., e sua relação com o ambiente em que vive e o tipo de alimento que consome.
  • Formato dos pés ou patas: dedos afilados, pés em forma de ganchos, unhas afiadas, etc., sua relação com o ambiente e o hábito de vida.
  • Cores: cor das penas, pêlo, bico. Há diferença entre o macho e a fêmea? Qual(is)?
  • Dimensões do animal: altura, comprimento, peso.
  • Relações entre o nome científico ou popular e alguma característica do animal. Ex: cobo-de-meia-lua (Kobus ellipsiprymnus), grou-coroado (Balearica pavonina), hipopótamo (Hippopotamus amphibius), tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla).
  • Sons: são muitos os meios de comunicação entre os animais. Tente identificá-los.
  • Cheiros: cada animal tem seu cheiro típico, que ajuda na sua identificação e reprodução. Quem estiver atento, poderá percebê-los e reconhecê-los.
  • Alimentação: existe a diferença entre alimentação na natureza e na FZB-BH. Observe nos recintos os alimentos fornecidos pelos tratadores.
  • Acasalamento: rituais, convivência do casal, construção de ninhos.
  • Filhotes: cuidado dos pais com os filhotes, quantidade, tamanho, cores diferentes, etc.
  • Relações: cuidados familiares, convivência, entre outras.
  • Animais de vida livre: caxinguelê, cigarras, borboletas, calangos, mico-estrela, aves, como tucano, bem-te-vi, anu, pica-pau, joão-de-barro, etc. Atenção! Eles também não devem ser alimentados pelas pessoas.


Flora

  • A Zoo-Botânica está na 3ª maior área verde pública de Belo Horizonte com uma grande variedade de plantas, nativas e exóticas, muitas delas cultivadas e conservadas há dezenas de anos. Aproveite para despertar para esta riqueza. Isso pode ser feito tanto no Zoológico quanto no Jardim Botânico. Você pode estimular sua observação e curiosidade sobre aspectos como:
  • Cheiros: algumas flores e folhas possuem aromas, mas para senti-los não é necessário arrancar pedaços das plantas; se todos assim o fizerem, o que será dos nossos jardins?
  • Cores, formas e texturas: são muito variadas; observe-as!
  • Reprodução: muitas pessoas não imaginam que as plantas são seres vivos e muito menos que elas se reproduzem; fique atento para os seus mecanismos de reprodução – floração, frutificação, dispersão das sementes, etc..


Na FZB-BH estão plantadas árvores pertencentes a vários ecossistemas do Planeta. Procure observar suas características e fases de desenvolvimento ao longo do ano. É possível apreciar a floração e frutificação de várias espécies como os ipês, quaresmeiras, flamboyants, espatódeas, guapuruvus, etc..

 

 

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE - 2007 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Av Afonso Pena, 1212 - 30130-908 - Belo Horizonte MG Geral: 156 Fax: 31 3224-3099