Projeto Vida no Trânsito



Para fins do projeto, são consideradas vítimas fatais aquelas cujo óbito ocorreu em até 30 dias após o acidente. Vítimas graves são as que necessitaram de internação hospitalar por um período igual ou superior a 24 horas, cuja admissão hospitalar se deu em até 15 dias após o acidente.

A partir do relacionamento do banco de dados foram identificados, no ano de 2011, 338 óbitos e 1794 internações por acidentes de trânsito ocorridos em Belo Horizonte; no ano de 2012 foram identificados 248 óbitos e 1819 internações por esta causa.

O perfil das vítimas fatais e graves foi predominantemente do sexo masculino (aproximadamente 80%) e jovens entre 18 e 39 anos (aproximadamente 60%). Quando avaliados somente os atropelamentos, os idosos passam a ser o grupo de vítimas mais importante (aproximadamente 25% do total). Entre os mortos e feridos graves, os ocupantes de motocicleta e os pedestre são o principal grupo (50% e 30% respectivamente).

Na análise para elencar os fatores de risco para ocorrência de acidentes fatais e graves, foram identificados: velocidade, conduta inadequada de motociclistas e pedestres, a associação álcool e direção e infra-estrutura. A associação álcool e direção foram consideradas como um dos fatores prioritários pelo município, mesmo identificando que a mesma não é adequadamente registrada nos sistemas avaliados. Entretanto, essa associação é freqüentemente apresentada nas mídias, além de ser considerada, junto com o excesso de velocidade, fator de risco de grande relevância pelo projeto Road Safety 10 da Organização Mundial de Saúde.

 

 


 
 

 
Cartilha: Programa Escola
Segura vida no Trânsito

 

 
Cartilha: Manual do
Multiplicador

  
Boletim Vigilância em Saúde
Pojeto Vida no Trânsito - 2013

 
 

 
Boletim Vigilância em Saúde
Pojeto Vida no Trânsito - 2016

 

 

  
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/comunidade.do?evento=portlet&pIdPlc=ecpTaxonomiaMenuPortal&app=meioambiente&tax=43437&lang=pt_BR&pg=5700&taxp=0&

 

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar