A SMPS é responsável pela gestão de dois dos maiores programas integradores das políticas sociais da PBH, o Bolsa Família e o BH Cidadania. A gerência das unidades de Farmácia Popular do Brasil, sob responsabilidade da Prefeitura, em parceria com o Ministério da Saúde, também está a cargo da secretaria. Coordena também outros programas importantes de transferência de renda, como o Meio Passe Estudantil, que beneficia milhares de estudantes do ensino médio com desconto no transporte coletivo.

Na área de Direitos de Cidadania a Secretaria de Políticas Sociais atua em três grandes eixos: Educação Política em Direitos Humanos e Cidadania, Promoção de Ações Afirmativas e Atendimento Psicossocial e Orientação Jurídica. Neste contexto, coordena políticas públicas voltadas para os idosos, população LGBT (Lésbicas, Gays , Bissexuais e Travestis) e igualdade racial. O Procon também está sob a alçada da SMPS e realiza todo o trabalho de orientação e atendimento ao público em geral.

Uma das grandes frentes do trabalho está no campo da assistência social, através da gestão de projetos de largo alcance em áreas como a proteção à criança e ao adolescente, o combate ao trabalho infantil e os programas de voluntariado. Atua diretamente em consonância com o SUAS (Sistema Único de Assistência Social) e aos conselhos de direitos ligados à Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social, Conselho Municipal de Assistência Social – CMAS e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA.

No contexto das políticas de segurança alimentar e nutricional, atua na gestão de grandes programas, como os restaurantes populares, feiras livres, programa ABC de abastecimento, fomento à agricultura urbana; abastecimento e Regulação do Mercado, educação para o consumo alimentar, capacitação e qualificação profissional e gestão de políticas públicas em segurança alimentar e nutricional.

Estruturado a partir dos princípios da descentralização, intersetorialidade, territorialidade e participação cidadã, o PROGRAMA BH CIDADANIA é um dos mais importantes sob gestão da SMPS. Está implantado nas nove regionais da cidade, em áreas de grande vulnerabilidade social, identificadas por meio de diversos indicadores sociais, gerando o Mapa de Áreas Prioritárias para Inclusão Social. O BH Cidadania representa um novo modelo de gestão das Políticas Sociais, integrando as ações das secretarias adjuntas de Assistência, Segurança Alimentar e Nutricional e Direitos de Cidadania; das secretarias de Educação e Saúde e da Fundação Municipal de Cultura, de acordo com os princípios da intersetorialidade, atuando com foco na família e não no indivíduo, isoladamente.

A SMPS atua também por meio da Câmara Intersetorial de Políticas Sociais (CIPS) no planejamento e gestão dos programas e ações da área social. A CIPS discute novos investimentos, execução orçamentária das secretarias envolvidas e o planejamento estratégico da política social em Belo Horizonte e é composta pela Secretaria Municipal de Políticas Sociais (cujo secretário é o coordenador) e suas respectivas secretarias adjuntas, Secretarias de Educação e Saúde e Fundação Municipal de Cultura.