O Concurso Cidade Jardim foi lançado através de Decreto Municipal, no dia 05 de junho de 2000, Dia Mundial do Meio Ambiente, com o objetivo de reconhecer os jardins, os parques e as áreas verdes mais bem cuidados da cidade e valorizar os serviços realizados por funcionários públicos e privados envolvidos na manutenção e no aprimoramento dos mesmos. Além disso, o Concurso premia as iniciativas privadas que beneficiam de alguma forma o meio ambiente, sendo todas as Secretarias da Coordenação da Gestão Regional representadas por seus homenageados, a quem indicam.

Participam do Concurso as áreas mantidas por parceiros do Programa Adote o Verde, as áreas mantidas por particulares e pelas equipes de manutenção da administração direta da Prefeitura de Belo Horizonte. O evento envolve a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, todas as Secretarias de Coordenação de Gestão Regional, além de significativa parcela de empresários e da comunidade belorizontina.

Meio Ambiente divulga vencedores do Cidade Jardim 2013


 
A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), promove anualmente o concurso, que chega em 2013 a sua décima terceira edição, que elege as áreas verdes públicas mais bem cuidadas da cidade.
Após semanas de trabalho dividido em diversas fases, como na escolha, por parte das regionais e Fundação de Parques Municipais, de seus concorrentes em cada uma das categorias, ou na avaliação, por parte da Comissão Julgadora, chega ao fim à versão 2013 do “Concurso Cidade Jardim”. O resultado, publicado no diário oficial de hoje, e que pode ser conferido no quadro abaixo, mostrou, acima de tudo, uma considerável melhoria na manutenção dos Parques, Praças e Canteiros Centrais de BH, constatados pelos jurados da 13ª edição. 

Segundo o Vice-prefeito da Capital e Secretário Municipal de Meio Ambiente, Délio Malheiros, “o concurso tem como objetivos incentivar e homenagear os parceiros do Programa Adote o Verde e os próprios setores da PBH envolvidos nas atividades de manutenção das praças, parques e canteiros centrais de avenidas da cidade e, com isso, divulgar as iniciativas existentes”, destacou. Paralelamente o concurso busca fomentar a celebração de novos convênios do Programa Adote o Verde e incentivar a promoção de melhorias nas áreas públicas passíveis de participação no evento.

Márcia Mourão, Gerente de Gestão Ambiental da SMMA e coordenadora do concurso, informa que Belo Horizonte vem mantendo uma situação bastante privilegiada em termos de parcerias firmadas com a sociedade para a manutenção de suas áreas verdes públicas, além de ressaltar o empenho dos adotantes na manutenção das mesmas. “Já há alguns anos mantemos uma média entre 400 a 500 áreas adotadas em todas as regiões da cidade. Também verificamos durante o processo de avaliação, um grande envolvimento dos responsáveis pelas áreas na busca pela melhoria da qualidade de manutenção desses espaços, demonstrando que os objetivos do Concurso Cidade Jardim têm sido alcançados”, destacou Márcia.

Vale ressaltar, continua Márcia, que muito significativos foram os esforços não só dos adotantes, como também dos diversos setores da PBH envolvidos com a manutenção das áreas verdes da cidade, visando à participação das áreas que se encontram sob sua responsabilidade no Concurso Cidade Jardim de 2013. “E com isso, é a cidade que sai ganhando, uma vez passar a contar com áreas cada vez mais bonitas e aprazíveis, de verdes exuberantes, que justificam a permanência, ainda hoje, do título outrora conquistado de ‘Cidade Jardim’”, concluiu a Gerente.

Avaliação

A avaliação das áreas ocorreu nos dias 09 e 23 de novembro, participando da equipe de jurados os seguintes profissionais: os conselheiros do Conselho Municipal de Meio Ambiente, Emmanuel Martins e Henrique Damasio Soares, as arquitetas Raquel Teixeira de Souza e Rezende, Maria Aparecida Seabra Cambraia, Fátima Cristina Gomes de Araújo, Marieta Cardoso Maciel e Maria Del Mar Poblet, sendo estas duas últimas representantes do Instituto de Arquitetos do Brasil – IAB – Seção Minas Gerais, o paisagista Renato Albuquerque, a professora da UFMG Ilka Soares Cintra, o jornalista do Jornal Estado de Minas, Pedro Ferreira, e o representante da Gerência de Comunicação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Chris Garcia Debrot. Foram percorridas, nesses dois sábados, 35 áreas pré-selecionadas pelas Secretarias de Administração Regional Municipal e pela Fundação de Parques Municipais, entre parques, praças e canteiros centrais de avenidas.

Parâmetros

Serviram de parâmetros, as condições de manutenção de cada área, como cobertura vegetal, limpeza, irrigação, situação dos pisos e mobiliário, ausência de pragas e erosões e o marketing alusivo à parceria do Programa Adote o Verde. As avaliações foram feitas dentro das seguintes categorias: parques adotados, praças adotadas com área menor que 500 metros quadrados, praças adotadas com área entre 500 e cinco mil metros quadrados, praças adotadas com área maior que cinco mil metros quadrados, canteiros centrais de avenidas adotados e parques, praças e canteiros centrais de avenidas não adotados.
 

Destaques
 
Algumas áreas, que veem se destacando, sistematicamente, no contexto geral da cidade, pela qualidade dos serviços de manutenção nelas realizados, e receberão o prêmio “Hors Concours”. Além disso, há as “Menções Honrosas” para aqueles que se destacaram e também a homenagem aos “Destaques Especiais”, em sua maioria pessoas físicas e projetos que valorizam as áreas verdes da cidade.

Com relação aos resultados do Concurso Cidade Jardim 2013, vale ressaltar o fato de terem sido previamente indicadas seis áreas, pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, para o recebimento do título “Hors Concours” – repetindo, parcialmente, indicações de anos anteriores –, tendo em vista os seus destaques, no contexto geral da cidade, pela boa qualidade ou pela complexidade dos trabalhos de manutenção recebidos.

 


Concurso

Criado no ano de 2000, pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), o “Concurso Cidade Jardim” prevê a premiação de uma área para cada uma das oito categorias pré-definidas de áreas verdes. Cinco delas são relativas a áreas adotadas. Serão avaliados parques, canteiros centrais de avenidas e praças com área menor do que 500 m2, com área entre 500 e 5.000 m2 e com área maior do que 5.000 m2. Também serão avaliadas três a áreas não adotadas, ou seja, mantidas pela própria PBH (parques, canteiros centrais de avenidas e praças). Serão ainda previamente definidas, pela SMMA premiações “Hors Concours” para áreas que venham se destacando, sistematicamente, no contexto geral da cidade, pela qualidade dos serviços de manutenção nelas realizadas. 

Para a Gerente de Gestão Ambiental da SMMA, Márcia Mourão, a qualidade das áreas indicadas para participação no evento vem melhorando a cada ano, o que demonstra a efetividade do projeto na obtenção de seu objetivo maior: o aprimoramento das áreas verdes públicas da cidade. 


Vencedores do Concurso Cidade Jardim: (Escolha o ano, para visualizar.)

Vencedores 2013

Vencedores 2012

Vencedores 2011

Vencedores 2010

Vencedores 2009

Vencedores 2008

Vencedores 2007

Vencedores 2006