A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, publicou, no dia 28/02/2013, o edital para a licitação do empreendimento “Dragagem para Desassoreamento da Lagoa da Pampulha”. Estão previstos os serviços de dragagem para desassoreamento da Lagoa da Pampulha, contemplando as áreas da lagoa denominadas como Enseada do Clube AABB, Enseada das Garças, Enseada do Mineirão, Enseada da Praça dos Esportes, Entorno da Ilha dos Amores e canal do Córrego Ressaca. A previsão é retirar um total de 800 mil m³ de sedimentos. A intervenção deverá durar 240 dias, incluindo-se neste prazo os serviços relativos à mobilização e desmobilização dos recursos necessários à execução da obra.

O material dragado será succionado e transportado através de tubulações, para uma distância de aproximadamente 6 km no entorno da Lagoa, onde será desidratado mecanicamente até atingir um teor de umidade de 50%. Depois de desidratado, o material será transportado para o destino final, localizado na BR-040 – KM 527,5, local este autorizado pelo órgão ambiental competente para receber os resíduos.

O termo dragagem define a escavação ou remoção de solo ou rochas do fundo de rios e lagos, através de equipamento. A dragagem para desassoreamento da Lagoa da Pampulha consistirá na retirada de materiais orgânicos e inorgânicos sedimentados, carreados ao longo dos anos pelos afluentes da Bacia Hidrográfica da Pampulha. A bacia é composta por oito cursos d’água: córregos Mergulhão, Tijuco, Ressaca, Sarandi, Água Funda, Braúna, Olhos D’água e AABB. A intervenção complementa as ações de saneamento integrado, em implementação pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte e pela COPASA, no âmbito do Programa Pampulha Viva, que integra o PROPAM (Programa de Recuperação e Desenvolvimento Ambiental da Bacia Hidrográfica da Pampulha).

A licitação está sendo realizada na modalidade concorrência e o julgamento das propostas ocorreu no dia 04 de abril de 2013, cujo resultado foi publicado no Diário Oficial do Município de 09 de abril de 2013.

A Prefeitura de Belo Horizonte esclarece, por meio da Superintendência de Desenvolvimento da Capital - SUDECAP, que realiza, diariamente, a limpeza do espelho d’água da Lagoa da Pampulha, com a utilização de dois barcos e uma balsa. No total, cerca de 30 homens trabalham todos os dias neste serviço de manutenção. O volume de lixo recolhido no local é de cerca de 10 toneladas diárias durante o período de estiagem e 20 toneladas por dia no período chuvoso. Além disso, o canal do Ressaca/Sarandi é limpo anualmente, a fim de evitar que sedimentos sejam carregados para a Lagoa.

 

Notícia "Nova etapa possibilitará recuperação da Lagoa da Pampulha até 2014" - Publicada em 16/10/2013

Notícia "Desassoreamento da Lagoa da Pampulha"  - Publicada em 20/05/2013