O Projeto de Padronização de Calçadas – Área Central prevê um desenho específico, um “padrão”, para cada rua ou avenida.

Revestimento
As calçadas possuem uma faixa de mosaico em pedra portuguesa junto ao alinhamento do lote e uma faixa em concreto junto ao meio fio.
Entre as duas faixas estão previstos pisos táteis (“de direcionamento” e “alerta”) para auxiliar a percepção de pessoas com deficiência visual.

Atenção
A instalação apenas dos pisos táteis, sem o desenho padrão da rua, não atende às normas legais do Projeto de Padronização de Calçadas Centro Sul.

Detalhes construtivos e sinalização tátil
A sinalização tátil de esquinas, entradas de garagem e de mobiliário urbano (lixeiras, telefone público, bancas de revista, abrigo de ônibus) e a execução das calçadas, canteiros de árvores, rampas para pedestres e calçadas com inclinação acima de 10%, está explicitada por assunto nos detalhes construtivos – folhas D01 a D013.
É obrigatória a consulta a estes detalhes para a construção correta das calçadas padronizadas.
Clique aqui para acessar os detalhes

Padrões diferenciados

As avenidas Afonso Pena, Amazonas, Santos Dumont e Carandaí e as ruas da Bahia e Goiás têm padrões diferenciados por quarteirão.
Ver folhas a, b, c, d, etc do padrão da avenida ou rua a ser executada.
A avenida Afonso Pena tem desenhos específicos também para as esquinas e chanfros (ver folhas C-01 a C10 e E01 a E24)

Calçadas estreitas
Calçadas com largura menor que 2,50 m possuem uma faixa de 40cm em pedra portuguesa junto ao alinhamento do lote e uma faixa, também em pedra portuguesa, com o desenho padrão da rua junto ao meio fio.
Entre as duas faixas estão previstos pisos táteis (“de direcionamento” e “alerta”) para auxiliar a percepção de pessoas com deficiência visual.
Caso a largura da calçada não comporte o desenho padrão da rua é necessária a consulta à Secretaria de Administração Regional Municipal Centro Sul (tel. 3277-4908) para adequações.

Calçadas íngremes
As calçadas com inclinação acima de 10% têm padronização específica.
Ver detalhes D02b a D02g

Calçadas protegidas pelo Patrimônio
Para calçadas protegidas pelo Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural do Município – Belo Horizonte, ou à frente de imóveis protegidos, é necessária a consulta à Secretaria de Administração Regional Municipal Centro Sul (tel. 3277-4908) e à Diretoria de Patrimônio Cultural sobre o padrão adotado.
As lajes originais em pedra devem ser mantidas.

Arborização
Sempre que houver falhas na arborização deverá ser executado novo anel permeável para recomposição da arborização. Em calçadas onde originalmente existia arborização na rua/sarjeta é necessária a consulta à Secretaria de Administração Regional Municipal Centro Sul (tel. 3277-4908) sobre a reposição das árvores suprimidas.

Ladrilho tátil
A sinalização para pessoas com deficiência visual é realizada com ladrilho hidráulico, cor vermelha. São utilizados dois padrões conforme norma da ABNT: ladrilho tátil de direcionamento, indica caminhamento livre de obstáculos, e ladrilho tátil de alerta, indica área de conflito (obstáculos, degraus/rampas, entradas de veículos, esquinas).

Clique aqui para acessar os padrões da Área Central
Clique aqui para acessar os padrões da Av. Afonso Pena
Clique aqui para acessar os padrões para as esquinas da Av. Afonso Pena