Localizado ao pé da Serra do Curral, patrimônio cultural de Belo Horizonte, o Parque das Mangabeiras, projetado pelo paisagista Roberto Burle Marx, conserva em sua área de 2,8 milhões de metros quadrados, 59 nascentes do Córrego da Serra, que integra a Bacia do Rio São Francisco.

A uma altitude de 1.000 a 1.300 metros, o clima é ameno.

A flora apresenta vegetação nativa composta de exemplares típicos de campo, como bromélias e canelas-de-ema; de Cerrado, barbatimão e pequi; vestígios da Mata Atlântica, como o jequitibá e o pau-d’oleo, além de outras espécies, como o jacarandá, sucupira do cerrado, pau-de-tucano, aroeira, corticeira, pau-ferro, candeia, caviúna, pau-santo e gabiroba.

A fauna é composta por 29 espécies de mamíferos, como esquilos, gambás, tapitis, micos, tatus, quatis; 160 espécies de aves: andorinhas, bico de veludo, cambacicas, marias-pretas, sanhaços, caras sujas, azulões, pica-paus; 20 espécies de répteis e 19 anfíbios, como a rã Hylodes uai, que tem em seu nome uma homenagem a Minas Gerias.

Lugar para descanso, lazer e esportes, o Parque das Mangabeiras recebe cerca de 30 mil pessoas por mês. Os visitantes podem usufruir de recantos naturais, quadras de peteca, tênis e poliesportivas, pista de skate, brinquedos e atividades culturais.

Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 8 às 18 horas, sendo a entrada permitida até ás 17h.
Portaria Sul: Av. José do Patrocínio Pontes, 580, Bairro Mangabeiras
Portaria Norte: Praça Cidade do Porto, 100, Bairro Serra
Portaria Caraça: Rua Caraça, 900, Bairro Serra
Informações: 3277-8277 ou 3277-9697
Email: mangaba@pbh.gov.br
Entrada gratuita.


 

História do Parque das Mangabeiras Roteiros de Visitação Taxas e serviços